quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Porque eu voto Sampaio da Nóvoa?






  "Uma candidatura que emerge da cidadania, que não possui claque contínua, mas uma inúmera legião de apoiantes. Sampaio da Nóvoa procura esclarecer, sem utilizar discursos desadequados idênticos a qualquer um candidato a Presidente da Câmara, tentando passar uma mensagem de mudança na vida politica. Não quer fazer o lugar de primeiro-ministro, nem quer utilizar o poder concedido nas urnas para jogos políticos."


   Contrariando os inúmeros candidatos presidenciais que se multiplicam em discursos de ambidextros ideológicos, a demagogia e o populismo agoniante, Sampaio da Nóvoa apresentou-se como um candidato que possui a postura, discurso e coesão necessária para ser Presidente da Republica. Um Presidente que responda, dentro do quadro de poderes presidenciais, com lucidez e promova a necessária estabilidade governativa que o país precisa.
   A um vencedor, marcado por uma imprensa que o apoia, e o curriculum pouco transparente de Maria de Belém, Sampaio da Nóvoa é o único a apresenta as condições solidas para uma alternativa depois de 10 anos de Cavaco. É o único que representa de forma séria, os votos que lhe são confiados.
   Uma candidatura que emerge da cidadania, que não possui claque contínua, mas uma inúmera legião de apoiantes. Sampaio da Nóvoa procura esclarecer, sem utilizar discursos desadequados idênticos a qualquer um candidato a Presidente da Câmara, tentando passar uma mensagem de mudança na vida politica. Não quer fazer o lugar de primeiro-ministro, nem quer utilizar o poder concedido nas urnas para jogos políticos.
   Entre as ameaças desestabilizadoras de Maria de Belém, formato nossa senhora, e Marcelo, o candidato sem ideologia, a disputa das eleições vai se tornar uma espécie de “saca eleitorado”, com um à procura de ficar mais à direita e outro à procura da esquerda. Sampaio da Nóvoa não procura eleitorado por as suas características, procura confiança no voto, e não nas crenças, nem no comentário.
    A Presidenciais não são o espaço de Psicologia motivacional, de demagogias e discursos feitos sobre a corrupção, sobre o carácter e as crenças religiosas, não é o espaço de revanchismo da imprensa e de constantes ataques a livre escolha democrática em torno do comentário. Estas presidenciais é o espaço de democracia, é o espaço do diálogo e da esperança de um Presidente com capacidade de gerir os conflitos, e só Sampaio da Nóvoa tem esse perfil.

Eu voto na mudança, na postura, na coesão e na necessidade de promover novos tempos. Eu voto Sampaio da Nóvoa.






Sandro Rodrigues
Trabalhador Independente